sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Casos de malária no Pará reduzem quase 100% em quatro anos

O Pará reduziu em 96% os casos de malária, apontou a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) durante a última Reunião de Avaliação do Programa Estadual de Controle da Malária, ocorrida no Hotel Beira Rio, nesta quinta-feira (11). Além disso, dez municípios estão sem registro de novos casos. Para o diretor do Departamento de Controle de Endemias da Sespa, Bernardo Cardoso, o resultado é fruto do trabalho sério desenvolvido pelos municípios paraenses em parceria com o governo do Estado em quatro anos de gestão.

O objetivo do evento foi avaliar a situação epidemiológica e as ações de vigilância e controle da malária nos 24 municípios prioritários das regiões norte, nordeste, sudeste e sul do Pará. Participaram do encontro representantes dos municípios de Afuá, Anajás, Ananindeua, Belém, Breves, Bujaru, Cametá, Chaves, Cumaru do Norte, Curralinho, Goianésia do Pará, Ipixuna do Pará, Itupiranga, Maracanã, Marapanim, Moju, Ourilândia do Norte, Paragominas, Ponta de Pedras, Portel, São Caetano de Odivelas, São Félix do Xingu, Tailândia e Tucuruí.

O número de casos caiu de mais de 180 mil, em 2010, para cerca de 11,6 mil este ano, e os municípios que não registraram casos são Belém, Bujaru, Cametá, Goianésia do Pará, Ipixuna do Pará, Paragominas, Ponta de Pedras, São Caetano de Odivelas e Tucuruí.

Segundo Bernardo Cardoso, as principais ações que levaram a esse resultado positivo foram a distribuição de 180 mil mosquiteiros impregnados de inseticida à comunidade e a garantia de funcionamento das Unidades de Diagnóstico e Tratamento (UDT), onde são feitos os exames laboratoriais para diagnóstico da malária e distribuídos os medicamentos. Desde a década de 90, o controle da malária é focado no diagnóstico precoce e tratamento da doença. A borrifação, que tem como alvo o mosquito, é usada em casos especiais, devido ao risco de contaminação das pessoas e meio ambiente.

“O uso constante do mosquiteiro é uma medida preventiva que evita o contato de mosquitos com pessoas doentes e sadias, quebrando a cadeia de transmissão da doença”, explicou o diretor da Sespa, informando que a secretaria está adquirindo mais 60 mil mosquiteiros para distribuição em áreas de maior risco de malária.

Além disso, a Sespa capacitou profissionais de saúde em todos os municípios prioritários, promoveu atividades de educação em saúde e adquiriu e repassou aos municípios microscópios e veículos como carros, lanchas e motos para transporte dos agentes de endemias, principalmente, nas áreas de difícil acesso.

Bernardo Cardoso também elogiou o empenho da maioria dos gestores municipais e profissionais de saúde em trabalhar junto com a Sespa para melhorar o controle da malária e prestar melhor assistência à população atingida pela doença.

O município de Anajás, que era campeão de casos de malária e não saía das manchetes dos jornais, também conseguiu reduzir o número de casos da doença, que caiu de cerca de três mil, em 2011, para 170 este ano. Segundo o assessor técnico da Coordenação Municipal de Controle de Endemias de Anajás, José Eduardo dos Santos, o resultado positivo não apareceu antes porque a população demorou a assimilar a importância do uso do mosquiteiro.

“Para se ter uma ideia, as pessoas recebiam o mosquiteiro e orientações de uso, mas não seguiam, guardavam e, muitas vezes, até davam outro destino a ele, como transformar em tela de proteção e até rede de trave em campo de futebol. Como o processo de sensibilização nunca parou, aos poucos, as famílias foram vendo o resultado, adotando o uso do mosquiteiro no dia a dia, até chegarmos a esse resultado em Anajás, como em diversos municípios”, informou José Eduardo.

O assessor técnico também ressaltou a importância do trabalho dos agentes comunitários de saúde junto à comunidade, a implantação de 19 UDTs na zona rural e o treinamento de microscopistas para agilizar o atendimento de pacientes com suspeita da doença. “Em uma hora, o sangue é coletado, o resultado informado e o medicamento entregue, caso dê positivo para malária”, concluiu o assessor.

Roberta Vilanova
Secretaria de Estado de Saude Publica

Caminhoneiro que seguia de Castanhal para Paragominas foi preso com anfetaminas

Caminhoneiro que seguia de Castanhal para Paragominas foi preso com anfetaminas
Um caminhoneiro de 31 anos foi preso na madrugada desta quinta-feira (11) no km 229 da rodovia BR-010, perto do município de Ipixuna do Pará, após ser flagrado com comprimidos de anfetamina por agentes da Polícia Rodoviária Federal. A droga sintética tem sua produção, comercialização e distribuição proibida no Brasil.

O motorista seguia de Castanhal, nordeste do estado, para Paragominas, onde iria pegar uma carga de gado, quando foi abordado pelos agentes da PRF. Os policiais checaram o tacógrafo do veículo, que armazena informações como a velocidade e a quantidade de tempo em que o motorista dirige continuamente, sem pausa para descanso e, de acordo com o aparelho, a data constava como sendo 2 de dezembro. Segundo a apuração dos policiais, o motorista chegou a dirigir por 24 horas seguidas, sem intervalo para descanso.

Durante a revista na cabine do caminhão os policiais encontraram um pote praticamente vazio, com quatro comprimidos de anfetamenina. Segundo a PRF, o motorista disse que as pílulas foram dadas por um amigo, e confessou usar a droga quando se sente muito cansado para poder dirigir por mais tempo.

Fonte: Do G1 Pará

Protesto de agricultores bloqueia rodovia BR-010 nas proximidades de Paragominas

Protesto de agricultores bloqueia rodovia BR-010 nas proximidades de Paragominas
Agricultores realizaram um protesto que interditou um trecho da rodovia BR-010 nesta quinta-feira (11), nas proximidades do município de Paragominas, no Nordeste do Pará. Os manifestantes usaram máquinas pesadas e tratores para bloquear a via por cerca de uma hora.

Um congestionamento de quase dois quilômetros se formou na rodovia até a liberação do trecho. Os agricultores protestavam contra os altos impostos sobre os produtos agrícolas e do projeto de lei que obriga o emplacamento de máquinas rurais a partir de primeiro de janeiro de 2015.

Fonte: Do G1 Pará

PESAGEM DO BOLSA FAMILIA

Atenção pais! Termina nesta segunda-feira (15), o prazo para as pesagens de crianças que são beneficiadas com o Programa Bolsa Família, pois é necessário realizar a pesagem devido o acompanhamento que é feito todo o semestre para verificação o peso da criança. Não espere o Agente Comunitário de Saúde (ACS) ir até sua residência, vá ao posto de saúde mais próximo para a pesagem, pois o prazo esta se esgotando e você pode perder o beneficio.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Polícias Civil e Militar desarticulam esquema de tráfico de entorpecentes em Ourém

Droga e preso
Droga e preso

As Polícias Civil e Militar de Ourém, nordeste paraense, desarticularam um esquema de tráfico de drogas, na zona rural do município, com a prisão em flagrante do responsável pelo crime. O flagrante se registrou após a equipe policial receber denúncia anônima sobre a venda de entorpecentes ilegais, na localidade de São José. O delegado do município, Edgar Henrique Monteiro, acionou a Polícia Militar, sob o comando do cabo PM Martinho, para apurar a informação. 

Na chegada à região, Antonio Junior Ferreira, de apelido "Junior Doido", tentou fugir, mas foi perseguido pelos policiais e capturado. Com ele, foram apreendidos 250 gramas de maconha e uma quantia em dinheiro. Com o indiciado, os policiais conduziram à Delegacia de Polícia Civil uma mulher que consumia entorpecentes.
Ele foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e permanece recolhido à disposição da Justiça. A operação seguiu a orientação de combate ao tráfico de drogas ilícitas do superintendente regional da 6ª Região Integrada de Segurança Pública do Caeté, delegado Raimundo Augusto Damasceno, e do delegado-geral da Polícia Civil, Rilmar Firmino.

Polícias Civil e Militar fazem operação "pente-fino" em São Miguel do Guamá

As Polícias Civil e Militar realizaram uma operação denominada "Pente Fino", no município de São Miguel do Guamá, nordeste paraense, para captura de pessoas envolvidas em modalidades de crimes, como violência doméstica, roubos, homicídio e tráfico de drogas. Nesta quarta-feira, 10, o delegado Ronaldo Lopes, titular da Unidade Integrada do município, informou que foram presas sete pessoas que respondem a processos criminais na cidade. Entre eles estão foragidos de Justiça. A operação policial está sendo realizada desde o início do mês de dezembro, sob o comando dos delegados Ronaldo Lopes e Melquesedec da Silva, junto com a PM, sob comando do capitão Erinaldo Costa. 

Entre os presos estão Jovenil Silva Santos, de apelido “Neco”, 23 anos, acusado de tentativa de homicídio. Ele feriu com um golpe de terçado uma mulher no bairro da Vila França. O crime teria sido motivado pelo fato de o acusado estar sob efeito de bebida alcoólica. Outro preso é Joelson Melo Gomes, acusado da prática de tráfico de drogas. Conhecido por “Jaca”, ele tem 24 anos de idade e foi preso sob acusação de distribuir entorpecentes no bairro Perpétuo Socorro. Por envolvimento em roubo, foram presos William Batista Gomes, de apelido "Potche", 21, e Carleanderson da Silva Peixoto, conhecido como “Neto", 18, que foram flagrados após roubo de telefones celulares.
Ainda, durante a operação policial, os policiais civis e militares prenderam o acusado de lesão corporal em violência doméstica contra a mulher, Rubenilson dos Santos, de apelidos “Rubens ou Erê", 23. Ele foi preso após ter agredido a namorada pelo fato de não aceitar o fim do relacionamento. Já Varison da Paz Martins, 25, de apelido "Bito", e Victor Lopes dos Anjos, 24, de apelido "Vitor", estavam na condição de foragidos da Justiça de Paragominas. As operações no município de São Miguel do Guamá seguem determinação da Superintendência Região do Guamá, sob comando do delegado Luís Xavier, e do diretor de Polícia do Interior, João Bosco Junior.

Siga o ParagoNews

Minha lista de blogs